Perder o medo de empreender em 6 passos - Empreendedora Criativa

Perder o medo de empreender em 6 passos

Atire a primeira pedra quem nunca teve medo de Empreender.

Vontade de montar um negócio, seja num momento de desemprego, seja pela vontade de ter mais liberdade.

O medo que envolve montar um negócio próprio estará sempre presente na nossa vida empreendedora, principalmente quando encaramos esta experiência pela primeira vez. Sentir medo de empreender em uma pequena dose é até saudável porque leva-nos ao autoconhecimento, a identificação dos nossos limites e a sermos mais cuidadosas ao calcularmos os riscos.

 

Para ajudar-te a ganhar confiança, ir em frente e construir uma história de sucesso, selecionei algumas dicas que contribuirão para perderes o medo de empreender.

1 – Acredita em ti mesmo

Cada uma de nós tem uma missão a cumprir. A partir do momento que começas a focar no que é prioritário para tua vida, o teu mindset muda e tuas atitudes acompanham.

Ao pensares em empreender é fundamental que identifiques as tuas paixões, talentos e habilidades.

Quando trabalhas a fazer o que amas, fica latente o desejo de prestas o teu serviço cada vez melhor e é nesta hora que o medo de empreender vai-se embora. Cada pessoa tem o seu próprio jeito refletido na forma como entrega o que o cliente precisa. O teu toque especial será o teu diferencial.

Para que o teu negócio funcione, primeiro precisas de acreditar em ti mesma. Tu tens um jeito que é só teu e as pessoas vão escolher fazer negócios contigo porque se identificarão com ele.

A vontade de verdadeiramente ajudar a resolver o problema do teu cliente fica clara na forma como te relacionas com ele. E isso faz toda a diferença para conquistar a sua confiança.

Acredita, as pessoas percebem e claro, valorizam o nosso negócio quando trabalhamos com amor.

 

2 – Ganha coragem

Precisas de ter coragem para te mostrares ao mundo, mesmo que teu negócio ainda seja apenas uma ideia. Supera o medo de empreender e de achares que não vai dar certo. O ato de coragem é uma das características mais marcantes em um empreendedor.

Prepara-te para as críticas das pessoas que acreditam que este não é o melhor caminho para ti. Simplesmente prepara-te, ouve a tua voz interior e coloca-te em ação. Depois do primeiro passo fica mais fácil dar os próximos.

 

3 – Prepara-te

Acompanha  as tendências do  mercado, novas metodologias que ajudem a destacar o teu negócio. Obter conhecimento vai ajudar-te a perder o medo de empreender.

Identifica as áreas que serão importantes, mas que ainda não domina e capacita-te nelas.

Através do coaching, também encontrarás dentro de ti os recursos necessários para entender quem realmente és, eliminar os teus medos e ideias limitantes, além de alavancar as tuas competências e seres mais bem sucedida nos negócios e na vida.

Quanto mais dominares as informações importantes para o teu negócio, mais segura estarás e menor será o medo de empreender.

 

4 – Eleje um mentor

Identifica um empreendedor que admires, que seja um exemplo e fonte de inspiração, informação e aconselhamento para ti.

Se não conheces nehum, começa a pesquisar pessoas do teu nicho de mercado e foca em conhecer a trajetória delas até alcançar o sucesso. Assim, estarás mais apoiada.

 

5– Faz networking

Saber que não estás sozinha na jornada empreendedora, vai levar-te a te sentir muito mais motivada e confiante. Poder contar com outras pessoas que estão no mesmo barco que tu, trocar experiências, dividir angústias e soluções, ajudando umas as outras, fará muita diferença para que perca o medo de empreender.

Para que tenhas uma boa rede de contactos preocupe-se em escutar e focar a tua atenção em pessoas em quem vês um potencial de relacionamento futuro, seja como investidor, fornecedo, parceiros ou até sócios.

O networking pode ser realizado em qualquer lugar físico ou virtual. Não é raro nascerem parcerias de sucesso nestes grupos.

 

6 – Acredita, não há tempo certo para empreender nem condições ideais

Ao iniciares o teu negócio uma pergunta que deverás fazer, é:

Qual deve ser o tamanho do meu negócio/projeto?

A boa notícia é que ele poderá começar pequeno.

Existe um erro muito comum, é que alguns empreendedores acabam por se exceder e querem crescer muito rápido investindo muito dinheiro no início.

Temos sempre que ter em consideração que o teu negócio vai passar por um tempo de maturação.

Onde ele vai necessitar de capital para passar esse período, ou seja, vais precisar de fundo de maneio para atravessar o início do negócio.

Se começares com uma modesta infraestrutura, moveis e equipamentos simples, não irás precisar de grandes investimentos. Um grande erro é criar uma infraestrutura desnecessária, somente para impressionar os outros.

 

Se estás a aguardar as condições perfeitas para agir, “Perfeição” é algo criado dentro da nossa mente, que não será atingida nunca, pois só existe no nosso imaginário.

E neste caso, enquanto esperas o momento exato para abrires o teu negócio a espera pode ser eterna.

Um dos medos de quem tem vontade de empreender é não saber identificar o momento certo para agir.

Estas são algumas das perguntas que podem surgir:

Será que eu já tenho o capital suficiente?

Será que já estou pronto para empreender?

Essas questões irão sempre assombrar a tua mente, por isso, o momento certo para empreender é AGORA.

Coragem, vamos a isso!

Partilha e segue-nos nas redes sociais

Escreva aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top